Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

FHC rebate críticas do PT: “coisa de criança”

Em vídeo, ex-presidente responde cartilha elaborada por petistas, que critica governo tucano e celebra os dez anos da chegada de Lula ao Planalto

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) chamou de “picuinha” as críticas que o PT está novamente fazendo ao seu antigo governo – desta vez por meio de uma cartilha que compara os últimos dez anos de Lula e Dilma Rousseff à frente da Presidência com a gestão tucana, que comandou o país entre 1995 e 2002.

“A gente deve comemorar a vitória do Brasil e não ficar o tempo todo olhando para trás. Isso é coisa de criança, parece picuinha”, afirmou FHC, em um vídeo de 48 segundos postado no site Observador Político e na conta do YouTube do seu instituto (veja o vídeo).

Nesta quarta-feira, o PT vai promover em São Paulo um evento para comemorar os 10 anos do partido no comando da Presidência. A cerimônia deve contar com a presença do ex-presidente Lula e da presidente Dilma. Durante o evento, será distribuída uma cartilha de 27 páginas que compara dados econômicos e sociais do período tucano com a os últimos dez anos da gestão do PT. O texto, recheado de clichês e jargões de esquerda contra o neoliberalismo, exalta o governo do PT, mas exagera antigas estatísticas de pobreza e ignora que a política econômica dos petistas foi praticamente idêntica ao dos tucanos.

FHC ironizou o conteúdo. “Coisa engraçada é o modo de o PT comemorar. Em vez de ficar satisfeito com o que fez, fica falando o que o outro não fez. Ainda bem que já estou maduro o suficiente para dizer ‘deixa pra lá, eles são assim mesmo’. O que eu vou fazer? Queria que eles fossem espontâneos, mais felizes com o que eles estão fazendo, mas cada um tem seu jeito. Então deixa para lá”, disse FHC.

O ex-presidente também fez críticas ao gerenciamento de estatais como a Petrobras e Eletrobras nos últimos anos da administração petista.

“Eles pensam que o Brasil começou agora. Não começou. No meu governo, eu mudei o rumo do Brasil, que estava muito desorganizado”, lembrou FHC. “Mas eu sei reconhecer o que o passado fez de bom para o Brasil. E cada vez que o PT acerta, meu Deus, é bom para o Brasil. Mau é quando ele erra, quando atrapalha a Petrobras, atrapalha a Eletrobras, aí complica. Complica não é para mim, complica para o Brasil”, afirmou.