Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

FHC: não há possibilidade de Alckmin não ser o candidato do PSDB

Ex-presidente diz que teme que o país eleja este ano um presidente da República com ‘inclinações autoritárias’; pode haver um Hitller ou um Trump, afirma

Não existe qualquer possibilidade de o candidato do PSDB à Presidência da República nas eleições deste ano não ser o governador paulista, Geraldo Alckmin, declarou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, uma das principais lideranças da sigla, em entrevista à rádio Bandeirantes nesta quinta-feira.

O partido já marcou para 4 de março as prévias que definirão o nome que encabeçará a chapa tucana no pleito presidencial. Além de Alckmin, disputa a nomeação o prefeito de Manaus, Artur Virgílio Neto. Ainda assim, FHC dá como certa a vitória do governador de São Paulo na disputa. “Tem vários que são bons, mas quem tem mais chance nesse momento, quem pode levantar a bandeira, em nome do PSDB, é o Alckmin”, disse.

Diante do bom desempenho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do deputado Jair Bolsonaro (que anunciou filiação ao PSL) em pesquisas de intenção de voto, FHC explicou que o espaço segue aberto para uma candidatura de centro. “Acho que há todas as condições para ter um candidato de centro qualificado, que tenha história e posição.”

O ex-presidente manifestou preocupação de que o vencedor do pleito presidencial possa ter inclinações autoritárias. “Há um clima que é propício a isso, nós já tivemos experiências dessa natureza. É preciso que haja também outras pessoas capazes de dizer de uma maneira direta, que toque nas pessoas, mas que respeite algumas regras da democracia, do bem-estar, que tenha compromisso com o país e não só com a vitória”, afirmou FHC.

“Temos que olhar com muita atenção o desenrolar dessas eleições, porque pode haver, mal comparando, um Hitler, como pode haver um Trump ou pode haver um Macron”, disse, se referindo ao ex-ditador alemão Adolt Hitler, ao presidente americano Donald Trump e ao presidente francês, Emmanuel Macron.

Lula

O julgamento do recurso apresentado pela defesa de Lula ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), marcado para a próxima quarta-feira, 24, no caso do tríplex do Guarujá, não deverá ser pautado por critérios políticos, entende o líder tucano. “Eu espero só uma coisa: que a Justiça seja correta. Qual é a prova e, se tem prova, condena. Se não tem, absolve. Eu não conheço o processo. O juiz vai ter que explicar, fundamentar o voto”, declarou FHC.

Uma das mais importantes discussões entre o ano passado e o início de 2018, a reforma da Previdência é necessária ao país, afirmou FHC, para quem o governo deve deixar claro à população que as mudanças propostas ajudam a combater privilégios.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    Mas Alckmin não é o candidato para o Brasil, já foi citado na Lava-Jato(veja na rede) é amiguinho do MST(veja na rede). País não cai mais nessa de socialismo e bem-estar social. Suécia e Dinamarca grita aos 4 quatros que não socialistas e que é o Capitalismo que proporciona riqueza e serviços para os seus respectivos povos. Alckmin não dá.

    Curtir

  2. Geraldo Alckmin Se Mostra Bastante
    Preparado Para Perder Novamente…

    Curtir

  3. Uma Auditoria No Metrô
    Mancharia Sua Biografia

    Curtir

  4. Apostar Em Alckmin
    É Gostar De Zebra….

    Curtir

  5. O Governador Invisível Que Jura
    Estar Em 1995…O Tempo Parou
    Acorda Que 2018 É Agora E O
    Rolo Compressor Vem Acelerado

    Curtir

  6. Nenhuma Raposa Velha…
    O Povo Quer O Melhor…
    E Seu Nome É João Doria Jr

    Curtir

  7. Sem Doria Na Jogada
    A Vitória Cai No Colo
    Do Dr. Rey

    Curtir