Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

FHC afirma que tem medo de Jair Bolsonaro: ‘Ele propôs me matar’

Na Universidade Brown (EUA), ex-presidente fala que ‘há pessoas da direita que são perigosas’ e lembra quando presidenciável disse que ele deveria ser morto

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse nessa noite desta quinta-feira, 16, que não pode descartar a possibilidade de o Brasil repetir a experiência italiana depois da Operação Mãos Limpas e eleger um presidente de direita similar a Silvio Berlusconi na esteira da Lava Jato. Embora não tenha citado nomes, ele deixou claro que considera o deputado e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) a principal ameaça nas eleições do próximo ano.

“Eu não quero entrar em detalhes, mas há pessoas da direita que são pessoas perigosas”, disse FHC em evento na Universidade Brown, nos EUA. “Um dos candidatos propôs me matar quando eu estava na Presidência. Na época, eu não prestei atenção. Mas hoje eu tenho medo, porque agora ele tem poder, ainda não, ele tem a possibilidade do poder.”

Em entrevista à TV Bandeirantes em 1999, Bolsonaro afirmou que seria impossível realizar mudanças no Brasil por meio do voto. “Você só vai mudar, infelizmente, quando nós partirmos para uma guerra civil aqui dentro. E fazendo um trabalho que o regime militar não fez. Matando 30 mil, e começando por FHC”, declarou na ocasião.

Segundo o ex-presidente, há um “debate sério” no Brasil sobre o assunto, inclusive entre os juízes responsáveis pela Lava Jato. “Eles estão comparando, eles sabem o que aconteceu na Itália, todo mundo sabe das consequências em termos de Berlusconi. Se você olha a situação atual do Brasil, eu não posso dizer que isso não é possível.”

Para o tucano, o sucesso na disputa de 2018 dependerá da capacidade do candidato de expressar uma mensagem que coincida com as aspirações da população. Mas ele ressaltou que a política não é pautada só pela razão, mas também pela emoção. “É arriscado. Essa pessoa está comprometida com a Constituição, com o respeito das leis, com os direitos humanos?”, questiona.

Dilma

FHC disse que relutou em apoiar o impeachment de Dilma Rousseff (PT), mas mudou de ideia quando houve a paralisia do governo. De acordo com ele, a única saída possível para esse tipo de situação em um regime presidencialista é o impeachment. O ex-presidente afirmou ainda que o afastamento é uma decisão política, ainda que amparado em base legal – no caso, o desrespeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Isso é um crime tremendo? Não, muitas pessoas fizeram [o mesmo]. E por que não [foram afastadas]? Porque essas pessoas não estavam em uma frágil posição de poder e a consequência não foi a interrupção do processo de tomada de decisões. É uma questão política”, enfatizou.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. E na esquerda só tem anjinho, tipo Lula, Dirceu (e suas conexões com o mundo subterrâneo)? Toda consequência tem pelo menos uma causa. Bolsonaro é consequência do que a esquerda fez ao Brasil. E não adianta citar Berlusconi para assustar as criancinhas. A nossa experiência recente são Lula, Dilma e o teatrinho de antagonismo com o PSDB de FHC enquanto o pais era depenado. Deu no que deu. Bolsonaro parece ser inevitável. Isso não é um desejo, mas o reconhecimento de uma força histórica. E essas figuras patéticas da esquerda vão ao exterior sempre que querem falar asneiras.

    Curtir

  2. geraldo bastos

    Velho cretino, vc é um covarde que não honra a calça que usa. O que um político fala por ocasião de um fato não representa o pensamento para toda sua vida. Vc só está falando isso pra tentar iludir o povo. Quem vota em Bolsonaro é o povo livre e patriota.

    Curtir

  3. Pena que não existem mais líderes como FHC. Equilibrado, inteligente e competente. Quem o critica é porque não conhece absolutamente nada da história recente do Brasil.

    Curtir

  4. José Orli dos Santos

    O homem que inventou a mentira lula e o frentão que possibilitou o quadrilhão PT, PMDB,PSDB e PP. Agora está com medinho…Pouco importam seus títulos, quando se é canalha, a informação e o conhecimento só pioram o resultado de suas ações!

    Curtir

  5. VERDE e AMARELO

    FHC foi quem trouxe da ONU em 1991 um veneno social, a semente do GENOCÍDIO BRASILEIRO, que a esquerda chama de “Direitos Humanos”, nós brasileiros somos governados por fantoches de uma organização que faz peça teatral de democracia para desviar a atenção, a lava-jato é uma farsa.

    Curtir

  6. Luiz Osório

    FHC agora começou a falar muito, quando deveria tê-lo feito nos tempos dos governos petistas. Mas, como ele, traindo o próprio partido, funcionou como um cabo eleitoral de Lula, teria que ficar mesmo calado. Será que ele deseja novamente ver Lula eleito, mesmo condenado a nove anos e meio de prisão por corrupção? Qual o papel de FHC no desmantelamento do PSDB? Quais os interesses que estão em jogo?

    Curtir

  7. Neudon Veloso

    FHC,
    Vc. tem uma parcela grande nesta situação em que vivemos no Brasil, durante os governos Lula e Dilma vc ficou calado, aceitou tudo e agora ficou claro o porque do seu silêncio. O PSDB é o seu partido corrupto e cheio de bandidos ” Diga com que tu anda que direi quem tu és!”
    Não são só a juventude que querem Bolsonaro nosso presidente, tenho 61 anos e vou trabalhar para vê-lo comandar este pais e limpar os ladrões que o comanda hoje. Tem que ter medo mesmo, cadeia para vcs estará próximo com ele. Bolsonaro 2018, vamos salvar o Brasil destes Socialistas.
    Vamos voltar a ter saúde, segurança e educação.
    FORA LADROES DA REPÚBLICA.

    Curtir