Clique e assine a partir de 8,90/mês

Expectativa sobre o restante do mandato de Bolsonaro cai ao pior nível

No início do governo, 63% dos entrevistados esperavam que o restante da gestão fosse 'ótima ou boa'. Agora, apenas 38% têm a mesma esperança

Por Roberta Paduan - Atualizado em 20 mar 2020, 14h39 - Publicado em 20 mar 2020, 13h50

A expectativa em relação ao restante do mandato do presidente Jair Bolsonaro registrou a pior avaliação junto à opinião pública, de acordo com a nova pesquisa XP/Ipespe. As entrevistas foram realizadas entre os dias 13 e 18 de março, já sob os efeitos da pandemia do novo coronavírus.

Em janeiro de 2019, primeiro mês do governo, 63% da população esperavam que o restante da mandato fosse ‘ótimo ou bom’. A parcela caiu para 38% no último levantamento. Entre os que esperavam um final de mandato ruim ou péssimo, a fatia subiu de 15% para 33%, nos mesmo 15 meses.

Pergunta: “Pensando no restante do mandato, o(a) sr(a) acha que o presidente Jair Bolsonaro fará um governo:” XP/Ipespe/Divulgação

O levantamento de março também registra um recuo na popularidade do presidente para o menor patamar desde o início do mandato, valor que já havia sido medido em setembro de 2019. Neste mês, são 30% os que dizem considerar a administração ótima ou boa, contra 34% no levantamento de fevereiro. O grupo dos que avaliam o governo como ruim ou péssimo se manteve estável em 36%.

Pergunta: “Como o(a) sr(a) avalia o governo de Jair Bolsonaro até o momento?” XP/Ipespe/Divulgação

A alteração na popularidade do presidente coincide com uma inversão na percepção da população sobre a condução da política econômica. Atualmente, 48% dos entrevistados consideram que a economia está no caminho errado, contra 38% que veem a economia no caminho certo. Há um mês, eram 47% a parcela que tinha visão positiva, contra 40% dos que agora têm visão negativa.

A pesquisa ouviu 1.000 pessoas em território nacional e tem margem de erro de 3,2 pontos percentuais.

Continua após a publicidade
Publicidade