Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ex-ministro Fernando Lyra segue internado em estado grave

Pernambucano está internado no Instituto do Coração (Incor) em São Paulo

O estado de saúde do ex-ministro da Justiça Fernando Lyra, de 74 anos, ainda é considerado crítico, segundo boletim médico divulgado nesta tarde pelo Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas de São Paulo.

O político pernambucano está internado na unidade de terapia intensiva (UTI) do hospital desde o dia 5 de janeiro em decorrência de uma descompensação de insuficiência cardíaca congestiva grave – uma situação em que o coração não funciona corretamente; Lyra sofre do problema há cerca de 20 anos. Segundo o hospital, o estado de saúde do político ainda é agravado por um quadro de infecção sistêmica e de insuficiência renal aguda.

Lyra foi deputado federal por seis mandatos. Começou a carreira política no PMDB, e foi próximo do ex-governador mineiro Tancredo Neves (1910-1985). Eleito presidente indiretamente em janeiro 1985, Tancredo indicou Lyra para o cargo de ministro da Justiça – o pernambucano seria o primeiro ocupante do cargo a ser indicado por um presidente civil em 20 anos.

Com a morte de Tancredo em abril daquele ano, antes da posse, sua nomeação foi mantida pelo novo presidente José Sarney. Lyra acabou ficando menos de um ano no cargo. Em 1987 deixou o PMDB e ingressou no PDT de Leonel Brizola (1922-2004). Nas eleições de 1989, foi candidato a vice de Brizola. Com a derrota, acabou se candidato a deputado novamente. Permaneceu na Câmara até 1998, quando resolveu se aposentar.