Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Em Dubai, Bolsonaro diz a investidores que Amazônia ‘não pega fogo’

Declaração contraria dados oficiais sobre incêndios na região; presidente tenta melhorar imagem de sua política ambiental e vê críticas 'injustas'

Por Da Redação 15 nov 2021, 08h05

Em viagem oficial a Dubai, o presidente Jair Bolsonaro afirmou a empresários e investidores nesta segunda-feira, 15, que as críticas a sua política ambiental na Amazônia “não são justas” e repetiu a declaração de que a floresta “não pega fogo” por seu úmida.

“Nós queremos que os senhores conheçam o Brasil de fato. Uma viagem, um passeio pela Amazônia é algo fantástico. Até para que os senhores vejam que a nossa Amazônia, por ser uma floresta úmida, não pega fogo”, afirmou Bolsonaro.

A declaração contraria dados oficiais do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Em agosto, por exemplo, foram registrados 28.060 focos de incêndio na região, acima da média histórica para o mês.

O presidente e ministros do governo participam nesta semana de um fórum empresarial em Dubai. O grupo quer atrair investimentos ao Brasil e o discurso de Bolsonaro minimizando as queimadas na Floresta Amazônica busca melhorar a imagem no exterior de sua criticada política ambiental.

Além do governante, participaram da comitiva em Dubai os ministros Paulo Guedes (Economia), Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), Tereza Cristina (Agricultura), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Carlos França (Relações Exteriores), Braga Netto (Defesa) e Gilson Machado (Turismo).

Continua após a publicidade

Publicidade