Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Eleitores querem um melhor transporte público

Levantamento nas redes sociais mostra que a sensação de insegurança e a reforma do ensino médio também entraram na pauta

Por Cecília Ritto 23 set 2016, 19h46

A uma semana do primeiro turno das eleições municipais, as redes sociais, blogs e fóruns na internet fornecem uma luz aos candidatos que tentam atrair eleitores na reta final. Crescem a cada dia menções às mazelas do transporte público nas capitais brasileiras, sobretudo o mau humor com o trânsito. O levantamento, feito pela Diretoria de Análise de Políticas Públicas (DAPP) da Fundação Getúlio Vargas, examinou a situação em Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife e Porto Alegre.

O Rio de Janeiro contabilizou 15 000 referências ao assunto entre os dias 15 e 22 de setembro, debate que ganhou estatura com o fim dos idílicos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. A linha 4 do metrô, que liga a Zona Sul à Barra da Tijuca, foi aberta a todos os cariocas (antes a entrada era ofertada apenas a quem tinha ingresso para o evento) — e aí mais gente pode experimentar os novos vagões e opinar. A maioria criticou o preço das passagens e a integração com outros transportes.

Na semana em que foi anunciada a reforma no ensino médio, com mudanças que rompem com o velho modelo, a começar pela flexibilização de metade do currículo, o tema educação voltou a dominar o debate nacional. O termo “ensino médio” bombou: os ansiosos procuravam obter informações na internet para as dúvidas que pairavam depois do anúncio federal.

Segurança pública continua em alta web. Mais de 50% das postagens foram sobre a sensação de insegurança nas cidades observadas. Puxou o tráfego de mensagens o caso do coronel reformado da Polícia Militar Pedro Chavarry Duarte, de 62 anos, preso sob a acusação de estupro de vulnerável e corrupção. Ele foi flagrado em um carro com uma menina de 2 anos, nua, no complexo de favelas da Maré, na Zona Norte do Rio. O horror repercutiu.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)