Clique e assine a partir de 9,90/mês

Eleições 2018: Segundo turno será em 28/10; saiba tudo sobre a votação

Eleitor poderá votar das 8h às 17h e escolher entre Bolsonaro (PSL) e Haddad (PT) para presidente; governadores serão eleitos em 13 estados e no DF

Por Da Redação - Atualizado em 9 out 2018, 20h16 - Publicado em 9 out 2018, 18h04

Os 147 milhões de eleitores brasileiros deverão votar novamente, em todo o país, no próximo dia 28 de outubro. Eles vão escolher o próximo presidente da República entre os dois candidatos mais bem votados no primeiro turno: Jair Bolsonaro (PSL), que obteve 46,03% dos votos válidos, e Fernando Haddad (PT), que ficou com 29,28%. Treze estados já escolheram seu governador e escolherão agora apenas o presidente. Outros treze estados e o Distrito Federal deverão votar novamente para presidente e governador. Embora o voto no Brasil seja obrigatório, um em cada cinco eleitores não foi votar no primeiro turno. A abstenção foi de 29,9 milhões de pessoas. VEJA preparou o guia abaixo com tudo o que você precisa saber para o segundo turno destas eleições.

Guia do voto - Calendário

Quando será o segundo turno?

A segunda parte do pleito ocorre em 28 de outubro. A votação vai das 8h às 17h, sempre no horário local. Apenas eleitores que já estiverem dentro do local de votação após o fechamento dos portões, com senha, poderão votar após esse horário.

Guia do voto - Candidato

Continua após a publicidade

Quais candidatos serão eleitos?

Em todo o país, os eleitores vão escolher entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad para o cargo de presidente. Em treze estados e no Distrito Federal, também serão escolhidos os governadores. Os locais são: Amapá, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

Guia do voto - Documento

Quais documentos preciso levar?

O título de eleitor não é necessário. É preciso levar um documento oficial com foto, como CNH (Carteira Nacional de Habilitação), RG, carteira de trabalho, certificado de reservista, DNI (Documento Nacional de Identidade), e-Título (título de eleitor digital) ou passaporte.

Saiba mais

Continua após a publicidade

Guia do voto - Local

Como saber o local de votação?

Os dados podem ser consultados no site do TSE.

Saiba mais

Perdi o primeiro turno. Posso votar no segundo?

Sim. Quem não votou no primeiro e não tem pendências na Justiça Eleitoral pode votar no segundo, pois os turnos são independentes. Lembrando que, quem não votar, precisa justificar a ausência.

Continua após a publicidade

Como faço se perder os dois turnos?

É preciso justificar a ausência separadamente, para cada turno, para não ter pendências com a Justiça Eleitoral.

Guia do voto - Justificativa

Como justificar a ausência?

O eleitor tem de levar um documento oficial com foto, o título de eleitor — ou seu número — e um formulário preenchido. Os locais para justificativas podem ser consultados no site do TSE.

Saiba mais

Continua após a publicidade

Qual o prazo para justificar?

O eleitor tem 60 dias após cada turno para justificar. Para quem perdeu o primeiro turno, o prazo vai até 6 de dezembro de 2018. Para quem perder o segundo, vai até 27 de dezembro de 2018. Quem está no exterior tem 30 dias após a data de retorno ao Brasil para justificar. Basta apresentar no cartório eleitoral passagens, cartões de embarque e passaporte.

O que acontece com quem não justificar?

O eleitor precisará regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral pagando uma multa. Quem tem débito não pode tirar ou renovar passaporte, receber salário se for funcionário público ou prestar concurso público. Quem não votar por três eleições seguidas e não regularizar a situação terá o título cancelado.

Qual é a multa para quem não votar?

O valor é de até 3,51 reais por turno.

Guia do voto - Biometria

Continua após a publicidade

Não fiz minha biometria e perdi o primeiro turno. Posso voltar no segundo?

Onde o cadastramento era obrigatório, quem não fez a biometria não poderá votar em 2018. O eleitor deverá regularizar sua situação a partir de novembro.

Saiba mais

Guia do voto - Busca

Como saber minha situação?

É possível consultá-la no site do TSE, informando nome completo, nome da mãe e data de nascimento.

Continua após a publicidade

Quando recomeça a campanha política no segundo turno?

Os candidatos podem voltar a fazer campanha 24 horas a partir do fechamento das urnas, ou seja, a partir das 17h da segunda-feira (8). No rádio e na TV, a propaganda vai de 12 a 26 de outubro.

Publicidade