Clique e assine a partir de 9,90/mês

João Doria é eleito governador de São Paulo

Ex-prefeito paulistano teve 10,9 milhões de votos (51,75% dos votos válidos) contra 10,2 milhões (48,23%) do atual governador, Márcio França (PSB)

Por Da Redação - Atualizado em 28 out 2018, 22h45 - Publicado em 28 out 2018, 17h08

O ex-prefeito paulistano João Doria (PSDB) foi eleito neste domingo governador de São Paulo. Com 100% das urnas apuradas no estado, o tucano recebeu 10.990.350 votos (51,75% dos votos válidos) e venceu o atual governador, Márcio França (PSB), que teve 10.248.740 votos (48,25% dos votos válidos).

A disputa pelo governo de São Paulo, maior colégio eleitoral do país, com 33 milhões de eleitores, teve 25.837.462 votos no total, dos quais 1.054.978 foram brancos (4,08%) e 3.543.394, nulos (13,71%). A eleição paulista terminou com 7.195.323 abstenções (21,78%).

Com a eleição de Doria, o PSDB chegará ao final de 2022, quando termina seu mandato, a 28 anos consecutivos no Executivo do mais populoso e rico estado da federação. Antes do governador eleito, foram eleitos sucessivamente para o Palácio dos Bandeirantes os tucanos Mário Covas, Geraldo Alckmin e José Serra.

No primeiro turno, João Doria havia sido o mais votado – recebeu 31,77% dos votos. Márcio França ficou em segundo, com 21,53%. O candidato do PSB recebeu apenas 89.133 votos a mais que Skaf, que teve 21,09%.

Continua após a publicidade

A reta final das campanhas de Doria e França foi marcada por ataques mútuos. O tucano tentou colar sua imagem à de Jair Bolsonaro (PSL), apoiando-se no antipetismo. Já o atual governador reforçou a ideia de falta de compromisso e palavra do adversário, que deixou a Prefeitura de São Paulo após um ano e quatro meses no cargo, embora tenha prometido cumprir todo o mandato. O pessebista também conseguiu apoio de Skaf e do senador eleito Major Olímpio (PSL).

Publicidade