Clique e assine com até 92% de desconto

Eleição de Dória Jr. teve foto de voto e selfie na urna

Por Da Redação 21 mar 2016, 21h46

Aliados do vereador Andrea Matarazzo, de saída do PSDB para disputar a prefeitura de São Paulo pelo PSD, apontaram novas irregularidades na eleição, neste domingo, do empresário João Dória Jr. como pré-candidato tucano a prefeito de São Paulo. Fotos reunidas por correligionários de Matarazzo apontam para o transporte de eleitores, selfies na urna eletrônica e foto de voto impresso na cabine. Matarazzo desistiu da disputa no segundo turno, e Dória virou candidato único. O nome dele, porém, precisa ser chancelado pela convenção do partido para que se torne candidato oficialmente. O ex-governador paulista Alberto Goldman e o presidente do Instituto Teotônio Vilela, José Aníbal, acusam Dória de abuso de poder econômico, propaganda ilegal e pedem a impugnação da candidatura dele, além da aplicação de punições ao empresário e apresentador de TV apoiado pelo governador Geraldo Alckmin. Dória sempre negou ter cometido irregularidades em sua campanha interna e afirma que Matarazzo não soube perder. (Felipe Frazão, de Brasília)

Publicidade