Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Eduardo Paes convida população para ‘beijaço’ na praia

Queima de fogos do réveillon de Copacabana terá desenhos de corações, com estalos de beijo sendo reproduzidos no sistema de som

Por Da Redação 30 dez 2013, 16h15

Os cerca de 2 milhões de cariocas e turistas que estarão na Praia de Copacabana na noite de réveillon serão convidados para participar de um “beijaço” na chegada de 2014. Durante os 16 minutos da queima de fogos, haverá uma pausa na trilha sonora. Os alto-falantes, então, vão realçar o som de estalo de um beijo – enquanto cem corações estouram no céu. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira pelo prefeito Eduardo Paes.

“Vai ter um momento em que a gente vai provocar um beijaço, que é uma forma de as pessoas se cumprimentarem, se abraçarem, comemorarem o ano novo. É o que todo mundo já faz. Vamos ter corações nos céus de Copacabana e uma trilha sonora especial para esse momento. Na verdade, o beijaço é uma forma de manifestar carinho com as pessoas que estarão aqui passando o réveillon no Rio. Beijaço não significa necessariamente beijo na boca. Beijaço é beijo no rosto, é abraço”, explicou o prefeito, durante a vistoria ao principal palco de shows na praia, na altura do Hotel Copacabana Palace.

Leia também:

Aeroporto do Galeão volta a ter problemas com ar condicionado

Falha interrompe circulação de trens para o Cristo Redentor

Com atraso, Rio inaugura primeiro piscinão contra enchentes

O secretário municipal de Turismo, Antonio Pedro Figueira de Mello, disse que os desenhos dos fogos foram criados especialmente para a música. A concepção do espetáculo começa, na verdade, com a trilha sonora. Em seguida, os fogos são desenhados. “Eu diria que é um bom momento para estar do lado da pessoa que a gente ama para poder dar aquele abraço, aquele beijo. Afinal de contas, o réveillon é um momento de amor, de novas esperanças e expectativas”, disse Figueira de Mello.

Outra novidade no réveillon deste ano será a coleta seletiva de lixo na orla. A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) vai instalar no calçadão da Avenida Atlântica onze “ecopontos” equipados para receber toneladas de garrafas de vidro, pet, plásticos, papel e papelão. No último réveillon, foram retiradas das areias da praia 400 toneladas de lixo. A quantidade foi 19% maior que no ano anterior. A expectativa da Comlurb é de que o montante seja reduzido este ano.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade