Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Doria usa sede da prefeitura para reunião do PSDB sobre eleição

Encontro com líderes de diretórios do partido na cidade de São Paulo discutiu candidatura do prefeito ao governo do estado; código de conduta veta prática

Por Ricardo Chapola Atualizado em 2 fev 2018, 18h15 - Publicado em 2 fev 2018, 17h36

O prefeito João Doria (PSDB) usou a sede da prefeitura de São Paulo para fazer uma reunião com lideranças dos diretórios zonais do PSDB da Zona Oeste da capital paulista. O encontro, que ocorreu nesta quinta-feira 1º e estava fora da agenda oficial, foi realizado no momento em que o tucano tenta viabilizar a sua candidatura ao governo de São Paulo na eleição deste ano.

A reunião foi registrada por uma série de fotos publicada no Facebook pelo presidente municipal do PSDB em exercício, Fernando Alfredo. Na legenda, o tucano escreveu: “Encontro do prefeito @jdoriajr com os Diretórios Zonais do PSDB da zona oeste de SP. Estamos fazendo uma convocação partidária para que @jdoriajr seja nosso candidato a sucessão do governador @geraldoalckmin_”.

Doria posou para algumas fotos ao lado do vice-prefeito, Bruno Covas, durante o encontro, que ocorreu na Central de Operações, ao lado do gabinete do prefeito, a mesma sala onde acontecem as reuniões com o secretariado.

O prefeito João Doria posa na prefeitura para foto com representantes dos diretórios do PSDB na Zona Oeste de São Paulo @fernandoalfredo/Instagram

Segundo o artigo 8º do Código de Conduta Funcional dos Agentes Públicos e da Alta Administração Municipal, a participação em atividades de natureza politico-eleitoral “não pode resultar em prejuízo da função pública, nem implicar o uso de recursos públicos de qualquer espécie ou de outros agentes públicos“. Foram usados, no mínimo, a sala, os móveis e a energia elétrica da prefeitura, além da água servida aos participantes.

Reunião do PSDB na prefeitura de São Paulo, com placa que identifica o presidente municipal do partido, Fernando Alfredo @fernandoalfredo/Instagram

Fora do expediente

Em nota, a assessoria de Doria disse que “a reunião foi uma solicitação de integrantes de diretórios do PSDB na capital”. “Cabe destacar que ela se deu depois das 20 h, portanto após o horário de expediente, que na quinta-feira foi iniciado às 9h30”, afirma.

 

Continua após a publicidade
Publicidade