Clique e assine a partir de 9,90/mês

Doria se reaproxima de Alckmin: ‘de São Paulo sairemos unidos’

Prefeito de São Paulo, que desconversou sobre ser o candidato do PSDB em 2018, afirmou que vê seu padrinho político como um 'bom nome' para o Planalto

Por João Pedroso de Campos - Atualizado em 23 abr 2018, 19h22 - Publicado em 27 nov 2017, 12h19

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), voltou a acenar ao projeto presidencial do governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), nesta segunda-feira. Depois de disputar veladamente com Alckmin, durante meses, a vaga de presidenciável do partido nas eleições de 2018, Doria ressaltou que respeita e vê o governador, seu padrinho político, como um “bom nome” na disputa pelo Planalto.

“Ele é um bom nome. Meu respeito e minha admiração pelo governador Geraldo Alckmin. Estamos evoluindo muito bem”, afirmou o prefeito, após participar do seminário Amarelas ao Vivo, promovido por VEJA em São Paulo.

Em meio ao racha no PSDB entre tucanos oposicionistas e aliados ao governo do presidente Michel Temer, João Doria declarou que os tucanos de São Paulo darão “exemplo construtivo” de unidade. “Que fique claro que de São Paulo sairemos unidos. São Paulo vai somar e dar o exemplo construtivo”, disse.

Sobre a possibilidade de Geraldo Alckmin assumir a presidência do PSDB como alternativa de consenso às postulações do governista Marconi Perillo e do oposicionista Tasso Jereissati, o prefeito paulistano afirmou que o governador “é um nome importante e pacificador” no partido e que o diálogo entre Perillo e Tasso “avançou” por uma solução “conciliadora”.

Ainda conforme o prefeito, “os partidos precisam ter juízo” em busca de uma candidatura de centro e liberal no pleito de 2018. Questionado por jornalistas sobre sua possível entrada na disputa pelo governo de São Paulo, Doria voltou a citar Alckmin e ressaltou que não pensa na candidatura no momento, mas não descartou disputar prévias.

“A minha discussão nesse momento é um projeto para o Brasil que preserve a liderança do governador Geraldo Alckmin. Não é hora de discutir quanto às prévias, mas eu sou fruto delas, sou totalmente a favor”, disse Doria, lembrando que sua candidatura a prefeito em 2016 foi conquistada em prévias.

Continua após a publicidade
Publicidade