Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma se irrita com vaias e diz que críticos ‘nunca ralaram’

Presidente enfrentou manifestação durante evento de entrega de habitações do programa Minha Casa, Minha Vida na cidade de Araguaína, em Tocantins

A presidente Dilma Rousseff foi vaiada por manifestantes nesta sexta-feira, durante um evento para a entrega de 1.788 moradias do programa Minha Casa, Minha Vida em Araguaína, Tocantins. Irritada com o ruidoso protesto, Dilma afirmou que os críticos de seus programas sociais “nasceram em berço esplêndido” e “nunca ralaram”.

Durante o discurso da presidente, manifestantes erguiam cartazes contra a Copa do Mundo e misturavam vaias e apitaços. Visivelmente incomodada, Dilma fez uma exaltada defesa de sua política social.

Leia também:

Por suspeita de manipulação, MP pede fim de sorteios no Minha Casa, Minha Vida

Fraudes no Minha Casa, Minha Vida lideram ranking de investigações no MP

“Aqueles que não dão importância para as pessoas que não têm casa própria é porque nasceram em berço esplêndido”, acusou, sob aplausos de simpatizantes e políticos do Estado e mais vaias dos manifestantes. “E aqueles que não valorizam o cartão do Minha Casa Melhor é porque nunca ralaram de sol a sol para comprar uma geladeira, um fogão e uma cama”, completou, citando o programa do governo que dá incentivo para a compra de móveis e eletrodomésticos.

Antes da fala da presidente, o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, deu o tom da campanha do governo para promover Dilma. “Vossa Excelência faz história porque a senhora se preocupou com as pessoas que mais precisam e foi a presidente que mais fez casa e saneamento”, disse o ministro, ignorando a prática habitual de lembrar o ex-presidente Lula.

Cobrança – No evento, Dilma foi cobrada pelo governador de Tocantins, o tucano Siqueira Campos, que em seu discurso reclamou do elevado preço da energia no Estado e da falta de investimentos em usinas hidrelétricas e termelétricas. A presidente não respondeu às reclamações. O evento ocorreu debaixo de uma tenda e, por pouco, não foi cancelado em razão da intensa chuva que caiu à tarde no norte do Tocantins.

(Com Estadão Conteúdo)