Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma reúne ministros para discutir plano de investimentos

Governo tenta construir agenda positiva para o governo, em meio à crise econômica e aos ajustes fiscais promovidos pelo ministro Joaquim Levy

A presidente Dilma Rousseff está reunida desde o início deste sábado no Palácio da Alvorada, em Brasília, com vários ministros para discutir o programa de investimentos em obras de infraestrutura e o novo pacote de concessões de aeroportos, rodovias, ferrovias e portos. Participam da reunião o ministro da Fazenda, Joaquim Levy; da Casa Civil, Aloizio Mercadante; dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues; da Agricultura, Kátia Abreu; do Meio Ambiente, Izabella Teixeira; do Planejamento, Nelson Barbosa; e da Comunicação Social, Edinho Silva.

Também estão presentes Miriam Belchior, presidente da Caixa Econômica Federal, e César Borges, vice-presidente de Infraestrutura do Banco do Brasil. Participam ainda quatro secretários da Fazenda: Tarcísio Massote de Godoy (Secretário-executivo), Fabricio do Rozario Valle Dantas Leite (secretário-executivo adjunto), Marcelo Barbosa Saintive (Tesouro Nacional) e Paulo Guilherme Farah Corrêa (Acompanhamento Econômico). O primeiro a sair da reunião foi o ministro das Minas e Energia, Eduardo Braga. Ele deixou o Palácio da Alvorada sem falar com a imprensa.

Leia também:

Governo quer usar dinheiro do fundo de garantia para financiar o BNDES

Levy anuncia programa de concessões para investimentos em infraestrutura

Levy defende investimento privado em infraestrutura

Em consequência da menor arrecadação e da crise econômica, que têm obrigado o governo a reduzir gastos públicos e a promover um ajuste fiscal, a equipe econômica defende mais investimentos privados e cada vez menos aportes do Tesouro em uma nova fase de obras de infraestrutura. O objetivo é destravar o pacote de concessões, que teve início no primeiro mandato de Dilma, e dar início a uma segunda etapa de investimentos em infraestrutura.

A expectativa é que a reunião, que teve início às 9 horas deste sábado, tenha sequência à tarde, quando é esperada a participação de novos ministros. Um pronunciamento do governo deve ser feito até o fim do dia. Dilma deverá indicar um dos ministros presentes para falar com a imprensa e comentar o resultado da reunião.

(Da redação com Estadão Conteúdo e Agência Brasil)