Clique e assine a partir de 9,90/mês

Dilma recebeu Collor em conversa reservada

O encontro ocorreu na sexta-feira e, segundo pessoas próximas a petista, foi solicitada pelo senador

Por Da redação - 28 ago 2016, 09h29

Às vésperas do julgamento que pode torná-la a segunda presidente a sofrer impeachment, Dilma Rousseff recebeu o ex-presidente Fernando Collor (PTC-AL), que foi afastado do cargo em 1992. A conversa, na sexta-feira, foi reservada e, segundo pessoas próximas a petista, foi solicitada pelo senador. A abertura de Dilma a parlamentares faz parte de sua estratégia para tentar conquistar votos a seu favor.

LEIA MAIS:
Gabinetes do PT viram bunker para documentaristas no impeachment

Collor, que já votou contra a petista em fases anteriores do processo, não anunciou claramente como se posicionará no julgamento final. Ele, no entanto, já comparou o processo de Dilma com o seu e defendeu que a chefe do executivo deve responder por crime de responsabilidade.

A conversa com Collor, segundo o jornal O Estado de S.Paulo, ocorreu no mesmo momento em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, estava com o senador Edison Lobão (PMDB-MA), também para tentar conquistar seu voto.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade