Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma promete ampliar bolsa-atleta para deficientes

Presidente recebeu atletas dos Jogos Parapan-Americanos de Guadalajara 2011

A presidente Dilma Rousseff recebeu nesta quinta-feira no Palácio do Planalto, em Brasília, os medalhistas brasileiros dos Jogos Parapan-Americanos de Guadalajara 2011, no México. Dilma parabenizou os atletas e disse que eles são um exemplo de esforço e trabalho em equipe. “Você provaram ao povo brasileiro que é possível que a pessoa com deficiência ultrapasse os limites e engrandeça o Brasil”, afirmou. O Brasil ficou em primeiro lugar no ranking de medalhas do Parapan. Foram 197 no total, sendo 81 de ouro, 61 de prata e 55 de bronze.

Dilma prometeu mais recursos aos esportistas, mas não detalhou se isso significa conceder benefícios a mais atletas ou reajustar o valor do benefício que eles recebem atualmente. “É preciso ampliar o bolsa-atleta”, disse a presidente. Dos 222 integrantes da delegação brasileira em Guadalajara, 73% recebem o benefício. O valor do bolsa-atleta varia de 370 reais, para estudantes, a 3 100 reais para esportistas olímpicos e paraolímpicos. “Isso mostra que o investimento do País em vocês está para lá de bem atendido e bem recompensado”, disse Dilma.

A presidente citou ainda o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, batizado de Viver Sem Limite, que foi lançado na semana passada. O orçamento do projeto é de 7,6 bilhões de reais, destinado a ações de educação, saúde e inclusão social de deficientes.

Dilma cumprimentou e tirou foto com cada um dos atletas presentes e colocou no pescoço as onze medalhas de ouro que o nadador Daniel Dias conquistou no Parapan. “Ela perguntou: ‘Será que eu aguento?'”, contou Daniel. “E achou as medalhas bastante pesadas”. O atleta disse que parte do sucesso deve-se a bolsa que recebeu, mas sugeriu um reajuste: “A gente sempre quer que aumente, né?”. Daniel também comentou a dificuldade de se encontrar piscinas e locais para competição adaptados.