Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma indica Rodrigo Janot para cargo de procurador-geral

Para assumir posto de Roberto Gurgel, ele precisa passar por sabatina no Senado

A presidente Dilma Rousseff escolheu o subprocurador Rodrigo Janot, de 56 anos, para o comando da Procuradoria-Geral da República (PGR). A indicação foi anunciada em nota da Presidência no início da noite deste sábado.

Leia também

Para chegar ao topo da PGR, Rodrigo Janot fez verdadeira campanha eleitoral

Gurgel diz se sentir ‘frustrado’ por não participar da análise dos recursos do mensalão

Agora, Janot deverá passar por uma sabatina no Senado, na Comissão de Constituição e Justiça. Em seguida, uma votação decidirá pela aprovação ou não do indicado.

Dilma manteve a tradição ao escolher o primeiro nome da lista tríplice encaminhada à presidente pela Associação Nacional dos Procuradores da República. Também fazia parte da lista os nomes de Ela Wiecko e Deborah Duprat.

Segundo nota da Presidência, Janot é procurador da República desde 1984. Ele é mestre em direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e possui especialização em direito do consumidor e meio ambiente pela Escola Superior de Estudos Universitários de Sant’Anna, na Itália.

“A presidenta Dilma Rousseff considera que Janot reúne todos os requisitos para chefiar o Ministério Público com independência, transparência e apego à Constituição”, diz a nota da Presidência.

(Com Estadão Conteúdo)