Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma cita Lenine: ‘Eu envergo, mas não quebro’

Cercada por mulheres que formaram a marcha chapa-branca das Margaridas, financiada com dinheiro público, a presidente Dilma Rousseff citou uma música do cantor Lenine nesta quarta-feira para dizer que “enverga, mas não quebra”. Ao fim do seu discurso, Dilma citou versos da música: “Em noite assim como esta / eu cantando numa festa / ergo o meu copo e celebro / Os bons momentos da vida / e nos maus tempos da lida / eu envergo mas não quebro”. Na sequência, emendou: “Margaridas, nós podemos envergar, mas nós não quebramos, nós seguimos em frente”. Foi a segunda manifestação de Dilma com referências veladas à possibilidade de enfrentar um processo de impeachment. Pela manhã, durante evento de formatura de diplomatas, ela disse que “o Brasil só será respeitado se respeitar o resultado das urnas”. (Com Estadão Conteúdo)