Clique e assine com até 92% de desconto

Dilma assina reestruturação da Fundação Biblioteca Nacional

Por Da Redação 9 jun 2012, 11h19

A presidente Dilma Rousseff assinou decreto que cria a nova estrutura da Fundação Biblioteca Nacional. A decisão foi publicada na edição de quinta-feira do Diário Oficial da União. Agora, a Biblioteca Nacional passa a incorporar a Diretoria de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB). Foram criados, ainda, dois novos órgãos, o Centro Internacional do Livro e o Centro de Pesquisa e Editoração, que abriga a editora dos livros da Biblioteca Nacional.

A diretoria responsável pelas políticas públicas do livro e leitura, que antes estava abrigada na estrutura do Ministério da Cultura, incorporou o Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNBP) e o Programa Nacional de Leitura (Proler). A Fundação Biblioteca Nacional passa, portanto, a ser a única área na pasta responsável pelas políticas setoriais e representante do MinC na gestão do Plano Nacional do Livro e da Leitura (PNLL).

A nova DLLLB será composta por três coordenações gerais: Leitura, Economia do Livro e Sistema Nacional de Bibliotecas. A equipe, que não chegava a dez funcionários, foi reforçada e, entre servidores e terceirizados, passa a contar com um efetivo de 150 pessoas, incluindo os funcionários das duas bibliotecas de referência.

Publicidade