Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma admite que fará ajustes na Esplanada dos Ministérios

Em encontro com o vice Michel Temer presidente falou sobre substituições

Pela primeira vez, a presidente Dilma Rousseff admitiu a necessidade de uma reforma ministerial em 2012 – mas, a princípio, as mudanças serão pontuais. Durante encontro com o vice-presidente, Michel Temer, nesta segunda-feira no Palácio do Planalto, a presidente reconheceu que planeja substituir alguns ministros. A presidente preferiu, no entanto, usar o termo “ajustes” nos ministérios. Este foi o primeiro encontro do ano entre Dilma e Temer. A presidente estava de férias no início de janeiro e o vice se recuperava, em São Paulo, de uma cirurgia na vesícula.

A presidente afirmou, no encontro, que ainda não definiu os nomes dos novos ministros. Extraoficialmente, assessores do Planalto já admitem a substituição de Fernando Haddad, ministro da Educação, por Aloizio Mercadante, que hoje comanda a pasta de Ciência e Tecnologia.

Outros dois ministros também podem deixar suas pastas para se candidatar nas eleições 2012 são Iriny Lopes (Secretaria de Mulheres), que pretende disputar a prefeitura de Vitória (ES), e Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional), que pode concorrer no Recife (PE) – apesar das denúncias envolvendo seu nome. Haddad é pré-candidato a prefeito de São Paulo.

É provável que também deixem os cargos os ministros da Cultura, Ana de Hollanda, e das Cidades, Mário Negromonte. A primeira se envolveu em uma série de escândalos sobre diárias e direitos autorais. Já Negromonte está sob fogo cruzado dentro do próprio partido, o PP. Integrantes da legenda defendem a saída do ministro.

Afago – Dilma aproveitou a primeira reunião do ano para afagar o vice, pedindo que ele participe das reuniões setoriais com ministros durante esta semana e da reunião ministerial, prevista para a tarde de segunda-feira. A presidente já mandou o recado aos ministros: não pretende fazer um balanço dos erros e acertos do primeiro ano de governo. Quer que eles apresentem no encontro os projetos e planos para 2012. Dilma afirmou que seu foco este ano será no crescimento e no desenvolvimento do Brasil.