Clique e assine com 88% de desconto

Dengue chega a 222 mil casos e bate recorde histórico em SP

Estado já tem 10.000 pessoas contaminadas a mais do que em 2013, então o ano com maior número de infecções. Até 22 de abril, 125 morreram na epidemia

Por Da Redação - 27 abr 2015, 09h49

O número de casos de dengue superou o recorde histórico em São Paulo, até o dia 22 de abril. Foram 222.044 casos em 645 cidades, o total de municípios do Estado, de acordo com relatório divulgado pelo Centro de Vigilância Epidemiológica. O número de casos de dengue é o maior desde o início da série, em 1986, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

Até então, o recorde de contaminações havia sido registrado pelo órgão em 2013, com 209.052 pessoas. No ano passado, houve menos casos, 204.236 vítimas.

São Paulo registra uma epidemia de dengue, com mais de 300 casos para cada 100.000 habitantes. Segundo o jornal, o número de mortes confirmadas também deve bater o recorde histórico. Só até o dia 22 de abril, 125 pessoas infectadas morreram – o maior número é de 2010, quando 141 pessoas morreram de dengue em todo o ano, segundo o Ministério da Saúde. Noventa mortes com suspeita de dengue ainda estão em fase de testes laboratoriais para esclarecer a causa.

As contaminações continuam a subir nas regiões de maior concentração de pessoas: Baixada Santista, Campinas e Grande São Paulo. As cidades com maior número absoluto de infecções por dengue são Sumaré, Catanduva, Sorocaba, Campinas e a capital paulista.

Publicidade

Leia também:

EUA emitem alerta para turista sobre risco de dengue no Brasil

Dengue: por que é tão difícil exterminar a doença

(Da redação)

Publicidade