Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Debandada começa: no auge da crise, PRB abandona Dilma

No ponto alto da crise política, a presidente Dilma Rousseff não encontra solidariedade de seus aliados. Ao contrário: nesta quarta-feira, o PRB, partido que comanda o Ministério dos Esportes em ano Olímpico, decidiu abandonar a petista. O anúncio foi feito pelo presidente da legenda, Marcos Pereira, após reunião com a bancada na Câmara dos Deputados.

LEIA TAMBÉM:

Dilma agiu para tentar evitar prisão de Lula, indica grampo

Vídeo: deputados pedem renúncia de Dilma no plenário

“Essa crise não pode mais continuar, não pode mais perdurar. Só os brasileiros estão sofrendo”, disse Pereira ao justificar o desembarque do governo. O partido, agora, deve adotar posição de independência. Com 21 deputados, o fim da aliança do PRB com o governo significa uma dura derrota ao Planalto, que enfrenta um processo de impeachment e busca uma aproximação com seus aliados para evitar a cassação. O presidente da legenda diz que ainda vai discutir a posição a ser tomada durante a votação da destituição de Dilma – mas, em uma preocupante sinalização, afirma que as vozes das ruas pesaram na decisão de deixar a base do governo. (Marcela Mattos, de Brasília)