Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Datafolha: Dilma sobe, mas chance de 2º turno segue alta

Nova pesquisa mostra crescimento de 4 pontos da petista, de 34% para 38%. Aécio tem 20% e Campos, 9%. Soma dos rivais iguala números da presidente

Uma nova pesquisa do instituto Datafolha para as eleições presidenciais, divulgada nesta quinta-feira pelo jornal Folha de S. Paulo, mostra um crescimento de quatro pontos nas intenções de voto da presidente Dilma Rousseff. Desde o último levantamento, no início de junho, a petista passou de 34 para 38%, enquanto seus principais rivais subiram menos. O tucano Aécio Neves oscilou de 19% para 20% e Eduardo Campos, do PSB, foi de 7% para 9%. Líder entre os nanicos, o Pastos Everaldo (PSC) segue com 4%. O crescimento de Dilma ficou no limite da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos para mais ou para menos.

Radar: O novo Datafolha

Segundo turno – Mostrando que a chance de segundo turno nas eleições continua sólida, a soma de todos os rivais da presidente iguala os 38% de Dilma. Nas projeções para o segundo turno, a petista segue na frente, mas viu uma pequena aproximação dos dois principais concorrentes. Aécio subiu um ponto e diminuiu para sete a diferença para Dilma em um possível confronto: 46% a 39%. Eduardo Campos também reduziu, de quinze para treze pontos, a vantagem da petista. Em um segundo turno, Dilma venceria o candidato do PSB por 48% a 35%. Essas variações também estão dentro da margem de erro.

Reinaldo Azevedo: Pesquisa mostra que segundo turno já é uma realidade

A presidente tem o índice de rejeição mais alto entre os candidatos. Dos entrevistados, 32% disseram que não votariam na petista de jeito nenhum. O número é muito superior ao dos adversários diretos de Dilma. Aécio tem 16% e Campos, 12%.

Copa do Mundo – O Datafolha também questionou os entrevistados sobre a Copa do Mundo. Em um mês, o índice de brasileiros favoráveis ao Mundial subiu de 51% para 63% e o orgulho com a realização do torneio foi de 45% para 60%.