Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Da prisão, Lula envia carta e diz que sempre atendeu bem os prefeitos

Sem comentar sobre situação de sua candidatura, Lula criticou o fim da CPMF e elogiou bandeiras do governo petista

Ausente do encontro da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que reúne 11 dos principais presidenciáveis deste ano, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou uma carta à organização do evento para suprir a ausência de um “representante” da candidatura do Partido dos Trabalhadores (PT). No texto, o petista diz lembrar de sua atuação em favor da entidade durante sua gestão e criticou a intervenção no Rio de Janeiro e o fim da CPMF, que, na sua opinião, teria tirado recursos da saúde.

“Soube que, infelizmente, houve alguns desencontros e não foi possível a apresentação de um representante da candidatura do PT, por isso lhes envio essa carta”, inicia o documento. “Antes de eu ser eleito presidente da República em 2002, a Marcha Nacional de Prefeitos chegou a ser recebida com cachorros e tropa de choque em Brasília por presidentes que só buscavam os prefeitos no período eleitoral. No meu governo criei uma sala permanente de atendimento aos prefeitos no Palácio do Planalto”, continua. “E garanto: nenhum governo atendeu tão bem os prefeitos quando das gestões onde fui presidente.”

O ex-presidente não comentou sobre a situação de sua própria candidatura, mas diz que só um governo eleito conseguirá recuperar a economia. “Boa parte do prolongamento da crise econômica vem da crise política, que impediu ou atrasou em 2015 a implementação de medidas necessárias para ajustes e retomada de crescimento”, disse.

Lula ainda elogia algumas vitrines das gestões petistas, como o programa Mais Médicos, e critica a adoção de medidas como a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro e a PEC do teto dos gastos, que impediria a transferência de mais recursos para áreas como a saúde.

“Qualquer candidato que não enfrentar o problema da PEC do teto dos gastos estará enrolando os prefeitos e a população sobre como dar mais apoio aos municípios no financiamento da saúde pública”, criticou. O líder petista ainda lembrou do fim da CPMF, em 2007, que teria sido vendido como “uma derrota de Lula e do PT”, mas que “foi mesmo foi uma derrota do Brasil, das prefeituras, dos brasileiros, que ficaram sem esses repasses para os crescentes gastos com a saúde.”

Questionado sobre a ausência do PT no evento, o presidente da FNP e prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), explicou que a federação teve duas declinações, dos candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Flávio Rocha (PRB), que disseram que não poderiam estar presentes em virtude de outros compromissos. Além disso, explicou que o PT solicitou que fosse enviado um representante no lugar de Lula, mas o pedido foi negado pela organização.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. AUGUSTO MARAJÓ

    Quem será, que escreveu pra ele…?

    Curtir

  2. Fernando Cesar Romo Rojas

    ACHO TÃO ENGRAÇADO ESTES iCARAS DE PAU TIVERAM 13 ANOS
    NO GOVERNO E AGORA TENEM A SOLUÇÃO PARA TODOS OS PROBLEMAS DO BRASIL POR NÃO
    NÃO FIZERAM QUANDO GOVERNO .
    SÓ IDIOTA ACREDITA NOS PILANTRAS DO.PT

    E AGORA TODOS TENEM AS SOLUÇÕES . PARA O BRASIL . O BOULOS S FALANDO DE RESPEITO COM.O PÚBLICO . . DE SER CONTRA A VIOLÊNCIA . Agora só falta beijar criancinhas

    Curtir

  3. Daniel Cardoso

    E o jararaca fez o quê pela segurança pública.

    Curtir

  4. Comparem o Marcinho VP, Fernandinho Beira-Mar, Nem, Elias Maluco com o Lula. Todos eles, criminosos, continuam dando ordens das prisões. A única diferença é que o Lula fica numa suíte e agora conseguiu uma esteira rolante.

    Curtir

  5. Luiz Chevelle

    O Grande Timoneiro dos Destinos da Nação não está desatento em sua suite assistindo TV, se exercitando na esteira e tomando banhos de sol. Ele continua nos apresentando os melhores caminhos.

    Curtir