Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cunha: ‘Petrobras é assunto a ser passado a limpo’

Em comentário sobre queda de Graça Foster, presidente da Câmara sinaliza apoio a instalação de nova CPI sobre os desvios em negócios da Petrobras

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou nesta quarta-feira após a queda da predidente da Petrobras, Graça Foster, que não há dúvidas de que a estatal “precisava ter uma oxigenação para ganhar credibilidade do mercado e sair das páginas policiais”.

“A Petrobras é hoje um assunto que tem de ser passado a limpo”, disse o peemedebista, eleito para o comando da Casa no último domingo.

Segundo parlamentares na Câmara, embora se referisse à renúncia oficial da presidente da Petrobras, a declaração de Cunha sinaliza o apoio do presidente da Casa a novas investigações sobre os desmandos na estatal. Leia-se: a instauração de uma nova CPI para investigar irregularidades na estatal.

Na noite desta terça-feira, a oposição protocolou um requerimento pela instalação de uma nova CPI na Câmara para apurar desvios nos negócios da petrolífera. O PT, contudo, manobra para enterrar as apurações no Congresso Nacional, mas a oposição conseguiu, em uma operação rápida, dar um passo tirar a investigação zona de interferência governista.

Além de evitar que petistas incluíssem temas alheios à Petrobras no texto, os opositores conseguiram evitar que a base de Dilma apresentasse uma lista com uma série de pedidos de CPI, o que poderia ameaçar a instalação, já que existe um limite de até cinco comissões simultâneas em funcionamento na Casa.