Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CPI rejeita pedido de dispensa de Barusco

Ex-gerente da Petrobras será submetido a acareação com o ex-diretor da estatal Renato Duque e com o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto

O presidente da CPI da Petrobras, deputado Hugo Motta (PMDB-PB), rejeitou o pedido de dispensa apresentado pelo delator do petrolão Pedro Barusco, ex-gerente da área se Serviços da Petrobras.

Barusco faz tratamento contra um câncer e alegou piora em seu estado de saúde para não comparecer às acareações com o ex-diretor da estatal Renato Duque e com o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. As sessões estão marcadas para quarta e quinta-feira, respectivamente.

O comando da CPI lembrou que, na mesma data em que enviou o pedido de dispensa, Barusco prestou depoimento à Justiça Federal do Paraná. O ex-gerente da Petrobras já admitiu ter recebido 97 milhões de dólares desviados da estatal.

Hugo Motta afirmou, em sua resposta, que as oitivas são indispensáveis aos trabalhos de investigação. Ele ofereceu todo o apoio necessário para que Barusco compareça à CPI, o que inclui acompanhamento médico, mudança de horário, possibilidade de intervalos regulares para repouso e facilidades no transporte até Brasília.