Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

CPI convoca presidente do Carf e chama procurador e delegado da Zelotes

Por Da Redação - 10 mar 2016, 12h38

A CPI do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) aprovou nesta quinta-feira a convocação para depor do atual presidente do órgão, Carlos Alberto Freitas Barreto. Ele será obrigado a comparecer. Os deputados também convidaram o procurador da República Frederico Paiva e o delegado Marlon Cajado, que integram a força-tarefa da Operação Zelotes. A investigação descobriu um esquema de corrupção envolvendo conselheiros e ex-conselheiros do órgão e lobistas – eles são acusados de subornar agentes públicos para reduzir ou anular multas de grandes empresas, além de pagar propina para conseguir medidas provisórias com incentivos fiscais à indústria automobilística. Os deputados não deliberaram sobre pedidos de convocação do casal de lobistas Mauro Marcondes e Cristina Mautoni – eles são personagens centrais da Zelotes e pagaram 2,5 milhões de reais a Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula. A comissão também aprovou os pedidos de compartilhamento de provas da Polícia Federal, do Ministério Público Federal e da CPI do Carf realizada ano passado no Senado. O presidente da CPI, Pedro Fernandes (PTB-MA), agendou a próxima reunião para terça-feira. Na ocasião, o relator João Carlos Bacelar (PR-BA) deve apresentar o plano de trabalho da CPI. (Felipe Frazão, de Brasília)

Publicidade