Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Confira quais senadores votaram para livrar Delcídio da cadeia

Por Marcela Mattos e Laryssa Borges, de Brasília 25 nov 2015, 21h50

Diante de uma nota em que o próprio Partido dos Trabalhadores se negou a ‘oferecer solidariedade’ a Delcídio do Amaral (PT-SP), poucos foram os senadores que votaram pela revogação da prisão do líder do governo Dilma Rousseff nesta quarta-feira. Com uma bancada de dezenove senadores, o PMDB foi o partido que mais deu votos para manter o petista na cadeia: dezesseis parlamentares.

Dois senadores petistas – Walter Pinheiro (PT-BA) e Paulo Paim (PT-RS) – ignoraram a orientação da bancada e se manifestaram pela prisão do correligionário, mas quase 70% dos senadores do partido votaram por salvar Delcídio da cadeia. O PMDB liberou a bancada na votação, enquanto o presidente do Conselho de Ética da Casa, João Alberto, votou por garantir que Delcídio respondesse futuros processos sobre a Lava Jato em liberdade.

Ainda que o plenário do Senado Federal tenha mantido na noite desta quarta-feira a prisão cautelar do senador Delcídio Amaral, quatro senadores investigados na Lava Jato – Fernando Collor (PTB), Gleisi Hoffmann (PT), Humberto Costa (PT) e Lindbergh Farias (PT) – votaram para garantir a liberdade do parlamentar. Não participaram da votação os também investigados Renan Calheiros (PMDB), que apenas conduziu a sessão, Gladson Cameli (PP) e Ciro Nogueira (PP). O senador e ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão (PMDB), também alvo de inquérito no petrolão, foi o único voto de abstenção.

Quatro senadores que respondem a inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) por envolvimento no petrolão – Benedito de Lira (PP), Fernando Bezerra Coelho (PSB), Romero Jucá (PMDB) e Valdir Raupp (PMDB) – deram votos a favor da manutenção da detenção do líder governista.

Veja a lista completa dos senadores que votaram para soltar Delcídio Amaral:

Ângela Portela (PT-RR)

Donizeti Nogueira (PT-TO)

Fernando Collor (PTB-AL)

Gleisi Hoffmann (PT-PR)

Continua após a publicidade

Humberto Costa (PT-PE)

João Alberto Souza (PMDB-MA)

Jorge Viana (PT-AC)

José Pimentel (PT-CE)

Lindbergh Farias (PT-RJ)

Paulo Rocha (PT-PA)

Regina Sousa (PT-PI)

Roberto Rocha (PSB-MA)

Telmário Mota (PDT-RR)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)