Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CNI/Ibope: Eleito está mais ligado a reforma da Previdência do que a armas

Lembrança da mudança nas aposentadorias está à frente de temas que Bolsonaro defende historicamente ou abordou de forma mais intensa na campanha

Embora a maioria da população (40%) não se recorde das propostas apresentadas por Jair Bolsonaro (PSL) e sua equipe, a reforma da Previdência é o tema mais relacionado ao presidente eleito na primeira pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (13). O levantamento foi contratado pela Confederação Nacional da Indústria.

A reforma no sistema de aposentadorias encampada pelo governo de Michel Temer (MDB), que não conseguiu aprová-la no Congresso, é mencionada de forma espontânea por 12% dos entrevistados como a proposta mais lembrada de Jair Bolsonaro. O eleito também defende mudanças na Previdência.

O percentual está à frente de temas que Bolsonaro defende historicamente ou abordou de forma mais intensa em sua campanha. A liberação do porte de armas ou a anulação do estatuto do desarmamento é lembrada como proposta de Bolsonaro por 9% dos entrevistados, mesmo índice dos que mencionaram o combate à corrupção.

A redução da maioridade penal de 18 para 16 anos e o combate à violência, criminalidade, pedofilia ou violência contra a mulher são lembradas como propostas de Bolsonaro por 7% da população. Na sequência estão  a redução de ministérios (6%) e a melhoria da segurança pública (5%).

Veja também

A pesquisa também mostra que as primeiras medidas anunciadas por Bolsonaro em seu governo de transição são aprovadas pela maioria da população: para 75% da população, o eleito está no “caminho certo”. Outros 14% discordam das medidas anunciadas e veem o futuro governo no “caminho errado”; 11% não sabem ou não responderam.

O levantamento ouviu 2 mil pessoas em 127 municípios entre 29 de novembro e 2 de dezembro. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.