Clique e assine com até 92% de desconto

Cid Gomes deixa a UTI e é transferido para a enfermaria 

Boletim médico informa que senador licenciado deu entrada no Hospital do Coração 'vítima de ferimento por arma de fogo no hemitórax esquerdo'

Por André Siqueira 20 fev 2020, 10h42

O senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE), baleado nesta quarta-feira, em Sobral, após avançar com uma retroescavadeira contra o portão de um quartel tomado por policiais amotinados, recebeu alta hospitalar da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Coração da cidade na manhã desta quinta-feira, 20.

O boletim afirma que Cid Gomes deu entrada no hospital “vítima de ferimento por arma de fogo no hemitórax esquerdo”. “Após atendimento inicial, evoluiu sem intercorrência nas últimas horas, mantendo-se hemodinamicamente estável e com padrão respiratório normal, não mais necessitando de cuidados de terapia intensiva, recebendo, portanto, alta para a enfermaria”, diz a nota, assinada por Joaquim David Carneiro Neto, diretor técnico do Hospital do Coração.

  • Sobral, reduto do clã Ferreira Gomes, é uma das principais cidades do Ceará onde ocorre motim dos policiais militares do estado. Depois de participar de uma carreata ao lado de apoiadores, Cid Gomes se dirigiu a um dos quarteis tomados por policiais amotinados. Antes de ser atingido por dois tiros, o irmão de Ciro Gomes avançou contra uma concentração de homens encapuzados.

    Depois do dramático episódio, o ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro autorizou o envio da Força Nacional de Segurança Pública “para colaborar com as forças de segurança estaduais na garantia da lei e da ordem”.

    Continua após a publicidade
    Publicidade