Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chico Alencar defende o afastamento de Janira Rocha do PSOL

Para deputado federal, o licenciamento da parlamentar, acusada de usar verba do sindicato em sua campanha, reduziria o impacto das denúncias no partido

O deputado federal Chico Alencar (PSOL) defendeu, na manhã desta quinta-feira, que a deputada estadual Janira Rocha se licencie do partido durante a investigação sobre denúncias de ex-assessores contra a parlamentar. Janira Rocha admite, em uma gravação de áudio, ter recebido dinheiro do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho e Previdência Social (Sindsprev-RJ) para sua campanha eleitoral.

As gravações fazem parte de um dossiê feito por dois ex-assessores, que tentaram vender o material por 1,5 milhão de reais à secretária de Defesa do Consumidor, Cidinha Campos. O material foi apreendido pela polícia, após denúncia de Cidinha Campos, e os dois ex-assessores acabaram presos.

O dossiê também aponta a retenção de parte dos salários dos ex-funcionários da deputada. A prática, que os denunciantes chamam de “cotização”, ou seja, contribuição em cotas, seria destinada a custear gastos do partido e fazer caixa para campanha.

“Acredito que o afastamento da Janira enquanto durar a investigação evitaria o discurso falacioso de nossos adversários. Muitos políticos, sem o menor compromisso com a ética, estão explorando isso. A deputada já teve uma atitude de grandeza ao chamar para si a responsabilidade, ao dizer que o PSOL não tem relação com as denúncias e deixar espontaneamente da presidência do partido. Não estou fazendo pré-julgamento, mas acho que o afastamento seria uma opção a ser considerada”, disse o deputado.

Janira Rocha, em conversa gravada por ex-assessores, afirma que utilizou verba do Sindisprev, mas que ajudou a encobrir indícios do uso irregular do dinheiro. Janira, que é ex-diretora financeira do sindicato, admitiu durante a conversa, de cerca de duas horas, que cometeu um crime eleitoral.

Na mesma gravação, Janira Rocha diz que os recursos do sindicato garantiram outras campanhas e teria ajudado na criação do PSOL. Ela afirma que representantes do conselho fiscal do partido teriam procurado o deputado estadual Marcelo Freixo e o deputado federal Chico Alencar.

Eleito em 2010 com a segunda maior votação do estado do Rio, Chico Alencar diz que tinha notícias de disputas internas no sindicato, mas garante não ter tido conhecimento prévio sobre as denúncias contra Janira Rocha.

“Se ela admite que usou verba do sindicato, não sou eu que vou dizer o contrário. Certamente na minha campanha para prefeito, em 2008, e para deputado, em 2010, e na campanha do Marcelo Freixo esse dinheiro não foi usado”.

Leia também:

Deputada do PSOL é suspeita de cobrar parte do salário de funcionários