Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Carta ao Leitor: Debate em alto nível

As entrevistas que se tornaram referência no jornalismo brasileiro nas Páginas Amarelas darão origem a um programa em vídeo, o Amarelas On Air

Por Da Redação Atualizado em 16 set 2021, 15h22 - Publicado em 17 set 2021, 06h00

Tempos de extrema polarização política, alimentada por uma cacofonia estridente e que não vê constrangimentos em distorcer a realidade, requerem temperança e um estrito compromisso com a verdade dos fatos. Imbuída de seu papel de abrir espaço ao equilíbrio e à pluralidade de opiniões, VEJA dá mais um passo que reflete a qualidade e a solidez de seus princípios. A partir do dia 20, as entrevistas que se tornaram referência no jornalismo brasileiro, as chamadas Páginas Amarelas, darão origem a um programa em vídeo voltado especificamente para as plataformas digitais, o Amarelas On Air. Na estreia, está prevista a participação do ex-presidente Michel Temer, que atuou como mediador político na solução do recente embate entre o presidente Jair Bolsonaro e o Supremo Tribunal Federal, um imbróglio que quase sai de controle depois das declarações incendiárias do chefe do Executivo durante as manifestações de 7 de setembro.

Com o novo programa, VEJA reforça sua estratégia de alto padrão direcionada ao ambiente digital. Para isso se vale justamente de um de seus pilares editoriais, no formato da entrevista em profundidade que abre suas edições. Desde a conversa pioneira com o controverso escritor e dramaturgo Nelson Rodrigues, em 1969, mais de 2 700 personalidades nacionais e estrangeiras fizeram revelações e tiveram suas opiniões, pontos de vista e depoimentos expostos nesse espaço nobre da imprensa brasileira. É uma extensa fila, que inclui o poeta Carlos Drummond de Andrade, o ditador cubano Fidel Castro, o escritor colombiano Gabriel García Márquez e bilionários como o americano Bill Gates e o britânico Richard Branson (nesta edição, a atração é o apresentador Luciano Huck). Tradicionalmente publicadas em três páginas e impressas sobre fundo amarelo, as Amarelas já receberam inovações como uma edição com sete páginas dedicadas à conversa com o presidente americano Ronald Reagan, em 1986, e a entrevista recente feita pelo economista e ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga com o prêmio Nobel de Economia de 2015, o escocês Angus Deaton, professor da Universidade Princeton, nos Estados Unidos.

EQUILÍBRIO - A jornalista Clarissa Oliveira: novo formato para plataformas digitais -
EQUILÍBRIO – A jornalista Clarissa Oliveira: novo formato para plataformas digitais – ./Arquivo pessoal

Exibidas às segundas-feiras, às 18 horas, nos canais de VEJA em plataformas como YouTube, Facebook e Twitter e também em versões específicas para redes sociais como Instagram e LinkedIn, as entrevistas do Amarelas On Air serão conduzidas pela colunista do site de VEJA Clarissa de Oliveira, profissional com passagem por veículos como Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo e Grupo Bandeirantes. A cada programa, além do entrevistado, Clarissa terá a seu lado uma bancada formada por três jornalistas. O modelo, desenvolvido para as novas necessidades de um público cada vez mais voltado ao formato audiovisual, pretende elevar o nível das discussões disseminadas pelas redes sociais, analisando a fundo os problemas atuais do Brasil. Vale a pena conferir.

Publicado em VEJA de 22 de setembro de 2021, edição nº 2756

Continua após a publicidade
Publicidade