Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cármen Lúcia, sobre relação com o Senado: ‘Numa boa’

Presidente do STF adotou tom conciliatório ao comentar o impasse entre os Poderes no caso do afastamento de Aécio: 'Finalidade do direito é a paz'

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, adotou tom conciliatório para comentar o impasse entre a corte o Senado sobre as medidas impostas a Aécio Neves (PMDB-MG). A ministra evitou falar em crise, disse estar “numa boa” com a Casa Legislativa e prometeu dar “prioridade” à ação sobre a necessidade de autorização legislativa para que a Corte aplique medidas cautelares contra parlamentares.

“O fim do direito é a paz, a finalidade do direito é a paz. Nós construímos a paz”, afirmou nesta quinta-feira. Cármen Lúcia também confirmou ter conversado com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), na noite de quarta.

Os Poderes Judiciário e Legislativo entraram em atrito após a Primeira Turma do STF ter decidido, nesta semana, afastar Aécio do exercício do mandato, impondo a ele também recolhimento domiciliar noturno, medidas cautelares descritas como alternativas à prisão preventiva. O Senado não acatou a ordem de imediato e votará na próxima terça se derruba a decisão do tribunal.

Cármen Lúcia prometeu levar ao plenário do STF “em breve” a ação que pode esclarecer o impasse. “Será muito bom que a ação seja julgada prontamente”, afirmou. Para isso, resta apenas que o relator, ministro Edson Fachin, conclua seu voto e libere a ação para que seja pautada para julgamento.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Francisco Luiz

    ou seja. O cidadao otario paga vida de monarcas pra esses vermes pra ficarem tomando cafeznho, e resolvendo seus problemas pessoais.

    Curtir

  2. Mulher fraca! Deixa o Gilmar se arvorar sobre os outros ministros, envergonhando todo o tribunal. Não é possível que não haja um meio de contê-lo. Enquanto isso ela vai se mantendo no salto e fingindo que faz algo.

    Curtir