Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Carlos Lupi continua no cargo, diz Dilma

A presidente afirmou que o ministro do Trabalho é de sua total confiança

Um dia depois de excluir o PDT de reunião com aliados, a presidente Dilma Rousseff afirmou que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, não deixará o cargo e que é de sua total confiança. Após reunião no Palácio do Planalto nesta quinta-feira, a presidente concedeu uma rápida entrevista coletiva na qual deixou claro que a pasta segue nas mãos do PDT. “O ministro Lupi é um ministro da minha inteira confiança. O PDT estará no Ministério do Trabalho e eventuais problemas dentro da base vão ser resolvidos pelo próprio partido, e não pelo governo”, afirmou.

Na última quarta-feira, o PDT não participou da reunião entre Dilma e líderes da base aliada. Lupi, presidente de honra do PDT, mais uma vez se viu no olho do furacão. Durante a votação do salário mínimo na Câmara dos Deputados, os pedetistas foram os menos fieis ao governo no apoio ao valor de 545 reais para o benefício e o cargo do ministro entrou em discussão pelos corredores do Planalto.

PIB – Dilma considerou “bastante razoável” o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 7,5% em 2010. “É um número bastante razoável e que demonstra que o Brasil tem capacidade de crescimento”, afirmou. A presidente estima que a expansão do PIB ficará em torno de 4,5 ou 5% “tranquilamente” este ano e ressaltou que o governo está empenhado no ajuste da economia para evitar o aumento da inflação e permitir que o crescimento do PIB possa ser contínuo nos próximos anos. “Não vamos de maneira alguma deixar a inflação ficar fora de controle. Vamos ter um olho na estabilidade e outro nos investimentos”.

(Com Agência Estado)