Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Candidata que errou o próprio número na campanha trocou 78 por 15

A postulante de Guajará-Mirim, em Rondônia, descobriu hoje que o número que havia divulgado ao longo de toda a campanha era inexistente

Por Rafaela Lara Atualizado em 2 out 2016, 22h04 - Publicado em 2 out 2016, 17h33

A candidata a vereadora Edilamar Quintão Pimentel (PTN-RO) foi a postulante que descobriu apenas no momento do voto que seu número estava errado. A candidatura de Edilamar foi registrada no 1º Cartório Eleitoral de Guajará-Mirim com o número 19 789.  Entretanto, os santinhos de Edilamar foram impressos por engano com o número 19 159, que, quando digitado na urna eletrônica, acusava candidatura inexistente.

LEIA TAMBÉM:
Brasil vai às urnas hoje. Saiba o que está em jogo nas capitais

Segundo o 1º Cartório Eleitoral, uma audiência pública foi realizada logo após o deferimento das candidaturas de Guajará-Mirim para resolver possíveis erros e alterações, mas a candidata não compareceu para verificar seu número. Edilamar, que fez toda a sua campanha com um número errado, não conseguirá receber nem o próprio voto.

Publicidade