Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bombeiros controlam incêndio no porto de Santos

Chamas destroem completamente três galpões de açúcar e danificam outro. Militares bombeiam água do mar para combater fogo

Por Da Redação - 18 out 2013, 11h52

O Corpo de Bombeiros de São Paulo informou que conseguiu controlar na manhã desta sexta-feira o incêndio que atingiu armazéns de açúcar da Copersucar no Porto de Santos, litoral paulista. Três armazéns ficaram completamente destruídos e um quarto também chegou a ser queimado pelo fogo. Cada prédio tinha 9 000 metros quadrados, de acordo com os bombeiros. Duas pessoas foram socorridas no incêndio.

O incêndio começou por volta das 6 horas da manhã desta sexta-feira e as causas ainda são desconhecidas. O Corpo de Bombeiros informou que 25 viaturas e sessenta bombeiros fazem agora operação de rescaldo no local. Segundo a assessoria de imprensa dos Bombeiros, os militares bombearam água do mar para ajudar no combate às chamas.

A Copersucar disse, em nota, que quatro brigadistas ficaram feridos, sem gravidade, e já estão sendo atendidos. “As causas do incêndio estão sendo apuradas”, disse a empresa.

Alta – Os contratos futuros de açúcar demerara, cotados na Bolsa de Nova York, subiam 2,42% por volta das 10h59 desta sexta-feira. Segundo os negociadores, o incêndio no Porto de Santos contribui para impulsionar as cotações da commodity.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade