Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Bolsonaro festeja superávit de contas públicas e volta a defender reformas

No Twitter, presidente comemorou saldo positivo de R$ 30,2 bilhões em janeiro, mas desempenho é sazonal e inferior ao registrado no mesmo mês de 2018

Por Da Redação 5 mar 2019, 11h19

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) comemorou nesta terça-feira, 5, por meio de um post no Twitter, o superávit primário de R$ 30,238 bilhões registrado nas contas públicas em janeiro (quando as receitas superam as despesas) e voltou a defender as reformas como necessárias para possibilitar o crescimento econômico do país.

“Nós estamos mudando o Brasil! Resgatar o crescimento de nossa economia é um dos primeiros passos rumo à prosperidade. Se tudo correr como planejamos, avançando nas mudanças necessárias, o Brasil aumentará consideravelmente seus investimentos. Ganha a população brasileira”, disse.

O superávit de janeiro havia sido divulgado na quarta-feira,27, e é o segundo melhor para o mês de janeiro – porém,é inferior ao saldo de R$ 30,8 bilhões registrado em fevereiro de 2018. Tanto as receitas quanto as despesas de janeiro deste ano caíram em relação ao mesmo mês do ano passado.

Reprodução/Reprodução

Além disso, as contas públicas sempre têm um resultado um pouco melhor em janeiro, como admitiu o próprio secretário do Tesouro Nacional, Manuseto Almeida. “Há concentração de receitas em janeiro e não têm transferências para estados e municípios. A execução (do orçamento) sempre é mais lenta no começo do ano, em especial no início do governo”, disse.

A principal reforma proposta por Bolsonaro até agora na área econômica é a da Previdência, que já foi enviada ao Congresso. A expectativa é que a aprovação do projeto, que deve enfrentar resistência na Câmara e no Senado, ajude o governo a economizar R$ 1,16 trilhão em dez anos.

Continua após a publicidade

Publicidade