Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsonaro está ‘ótimo’, diz médico após exames do presidente em SP

Previsão é que presidente retorne a Brasília ainda nesta quarta-feira para reunião do Conselho de Defesa Nacional

O presidente Jair Bolsonaro esteve no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, desde a manhã e até o início da tarde desta quarta-feira, 27, para uma bateria de exames.

Chefe da equipe médica do hospital, o cirurgião Antonio Macedo conversou rapidamente com a imprensa e disse que o presidente está “ótimo e excelente” e pode seguir com suas atividades normalmente. O médico não informou a quais exames Bolsonaro foi submetido.

O presidente fez sua última cirurgia, para a retirada da bolsa de colostomia, neste mesmo hospital, no dia 29 de janeiro, e recebeu alta no último dia 13. Durante a campanha presidencial, ainda no primeiro turno, Bolsonaro sofreu um ataque a faca que atingiu seu abdômen, em Juiz de Fora (MG).

Ele retorna para Brasília para uma reunião do Conselho de Defesa Nacional marcada para as 17h no Palácio do Planalto. Segundo despacho divulgado no Diário Oficial da União (DOU), o objetivo do encontro é discutir sobre o cunho estratégico da “Linha de Transmissão Manaus-Boa Vista”.

O Conselho de Defesa Nacional é presidido pelo presidente da República e tem entre os integrantes natos o vice-presidente, os presidentes da Câmara e do Senado, o ministro da Justiça, o ministro das Relações Exteriores, o ministro da Defesa e o ministro da Economia. O conselho é um órgão de consulta do presidente da República nos assuntos relacionados com a soberania nacional e a defesa do Estado Democrático.

O presidente da República poderá designar membros eventuais para as reuniões do colegiado conforme a matéria a ser apreciada. Para o encontro desta quarta, Bolsonaro convocou também os ministros da Casa Civil; de Minas e Energia; do Meio Ambiente, da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; da Secretaria de Governo; do Gabinete de Segurança Institucional; e o advogado-geral da União.

(Com Estadão Conteúdo e Agência Brasil)