Clique e assine com até 92% de desconto

Bolsonaro: Brasil tem problemas mais complexos do que as questões raciais

Presidente não comentou caso da morte de João Alberto Silveira Freitas em uma unidade do supermercado Carrefour ou o Dia da Consciência Negra

Por Redação Atualizado em 21 nov 2020, 12h28 - Publicado em 21 nov 2020, 11h59

Sem citar o caso da agressão e morte de João Alberto Silveira Freitas em uma unidade do supermercado Carrefour em Porto Alegre ou o Dia da Consciência Negra, o presidente Jair Bolsonaro divulgou em suas redes sociais um texto em que afirma que o Brasil tem problemas “muito mais complexos e que vão além de questões raciais”. Para o presidente, “o grande mal do país continua sendo a corrução moral, política e econômica. Os que negam este fato ajudam a perpetuá-lo”.

O presidente diz que o Brasil tem uma cultura diversa e um povo miscigenado e que em uma única família brasileira, “podemos contemplar uma diversidade maior do que países inteiros”. Ele afirma que há grupos que buscam impor o conflito, o ressentimento e a divisão entre classes, “sempre mascarados de ‘luta por igualdade’ ou ‘justiça social’, tudo em busca de poder”.

  • Bolsonaro seguiu, dizendo que problemas como o da violência são vivenciados por todos e que é “daltônico” quando o assunto é a questão racial. “Todos têm a mesma cor. Não existe uma cor de pele melhor do que as outras. Existem homens bons e homens maus. São nossas escolhas e valores que fazem a diferença.” Ele finalizou afirmando que o lugar de quem prega discórdia ou promove conflitos é “no lixo”.

    Nesta sexta-feira, ao comentar a morte de Freitas no supermercado, o vice-presidente Hamilton Mourão disse que não existe racismo no Brasil. “Isso é uma coisa que querem importar aqui para o Brasil. Isso não existe aqui.”

    João Alberto Silveira de Freitas foi espancado até a morte por dois seguranças do Carrefour na noite de quinta-feira. Os dois homens foram presos em flagrante.

    Continua após a publicidade
    Publicidade