Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Bolsonaro anuncia fechamento de fronteira com a Venezuela

Medida tem o objetivo de evitar o colapso do sistema de saúde de Roraima por causa do coronavírus

Por Roberta Paduan Atualizado em 17 mar 2020, 20h21 - Publicado em 17 mar 2020, 19h13

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que o Brasil fechará a fronteira com Venezuela. O objetivo é evitar o colapso do sistema de saúde de Roraima por causa do coronavírus. O estado vem recebendo grande quantidade de imigrantes do país vizinho há quase dois anos, em razão do recrudescimento da crise econômica venezuelana.

  • A medida será publicada amanhã, no Diário Oficial da União, segundo Bolsonaro, que definiu a fronteira com a Venezuela como “mais sensível”. A interdição não será total. O plano é deixar uma faixa aberta para a passagem de mercadorias.

    A declaração foi dada na porta do Palácio da Alvorada, na tradicional parada do presidente na volta para casa. Ainda de acordo com Bolsonaro, o fechamento de fronteiras não é fácil. “Não é palavra mágica. Se a gente tivesse o poder de fechar fronteira, como muitos pensam, não teríamos entrada de drogas nem de armas no Brasil”.

    Mais cedo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), havia criticado a demora do governo em adotar o fechamento de fronteiras. “Acho que o governo já deveria ter fechado as fronteiras. Acho que já deveria ter restringido os voos internacionais e já deveria ter restringido a circulação das pessoas, principalmente nos estados, onde a projeção é de problemas maiores, como no estado do Rio e no estado de São Paulo. Mas estas posições são comandadas pelo Poder Executivo”, afirmou Maia.

    Nessa segunda-feira, 16, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), pediu o fechamento da fronteira de seu estado com a Guiana Francesa. O território francês registrou seis casos confirmados da covid-19. Por enquanto, os amapaenses estão livres da covid-19, mas há quatro casos em investigação.

    “Encaminhei ofício ao ministro das Relações Exteriores e ao ministro da Defesa solicitando o fechamento da fronteira brasileira com a Guiana Francesa, no Oiapoque/Amapá. É momento de manter a calma e tomar medidas efetivas que evitem a propagação do vírus pelo nosso estado!”, escreveu o senador pelo Twitter.

    Continua após a publicidade
    Publicidade