Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Bolsa Família: Dilma responde a boatos com… boatos

Presidente, que tem repetido posições que adversários jamais defenderam, diz que eles são os responsáveis pela 'onda de mentiras' na campanha deste ano

Por Felipe Frazão - 20 set 2014, 14h10

A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) disse neste sábado, num rápido discurso em Santo Amaro, Zona Sul de São Paulo, que seus adversários estão promovendo uma “onda de mentiras” na eleição presidencial e que pessoas e partidos ligados a eles têm espalhado boatos sobre o fim do Bolsa Família, uma das principais bandeiras do governo petista. Curiosamente, a presidente reagiu ao que ela diz ser uma inverdade repetindo, mais uma vez, algo que seus principais oponentes não param de negar – que o programa de transferência de renda acabaria caso Dilma não seja reeleita.

“Faltam poucos dias para a eleição e nesse momento o clima fica um pouco quente. Nós sabemos que começam a aparecer mentiras e boatos falsos por aí. Para que eles inventam esses boatos falsos? Para conseguir convencer o povo com enganações. Por exemplo, tem uns que dizem que o Bolsa Família, nosso programa mais importante e forte para reduzir a pobreza e a desigualdade junto com o emprego e o aumento de salário, vai acabar. Ora, vai acabar se eles forem eleitos”, disse Dilma.

Leia mais:

Dilma se enrola e cobra ‘compromisso com aqueles que desviam dinheiro público’

Publicidade

O medo de novo: Dilma diz que vitória de Marina vai provocar desemprego no RJ

fuga de votos

Leia ainda: Marina ataca ‘políticas erráticas’ de Dilma: ‘Ricos estão cada vez mais ricos’

Dilma: influência de pesquisa eleitoral na Bolsa é ‘ridícula’

Publicidade