Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Bancada do PMDB aprova moção de apoio a Cunha

Governo trabalha para isolar o líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), que articulou a formação de um bloco parlamentar com mais de 240 deputados

Por Da Redação 11 mar 2014, 17h20

A bancada do PMDB na Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira uma moção de solidariedade ao líder do partido na Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O texto de apoio foi aprovado na reunião da bancada que está sendo realizada nesta tarde. É uma resposta à tentativa do governo de isolar o líder peemedebista e, assim, evitar o fortalecimento do grupo de aliados que, descontentes com o Planalto, ameaçam criar dificuldades em votações de interesse do governo.

Na moção, os parlamentares afirmam que as agressões sofridas por Cunha “extrapolam o patamar da civilidade, sobretudo nas relações políticas”. “Os ataques ao nosso líder são ataques ao PMDB”, diz o texto. Todos os deputados do partido assinaram a moção, mas somente cerca de quarenta participam da reunião – o PMDB tem 75 cadeiras na Câmara.

Leia também:

‘PMDB só me dá alegrias’, diz Dilma

Senador do PMDB rejeita assumir Ministério do Turismo

Continua após a publicidade

Publicidade