Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Assembleia Legislativa do Rio pode criar CPI do Vandalismo

Vice-líder do PMDB, Bernardo Rossi recolheu as assinaturas necessárias para iniciar o procedimento, que vai investigar como baderneiros são financiados

Por Daniel Haidar, do Rio de Janeiro 11 fev 2014, 16h55

O deputado estadual Bernardo Rossi conseguiu nesta terça-feira o apoio que precisava para criar a CPI do Vandalismo. A comissão pretende investigar os grupos que promovem agressões e danos ao patrimônio público nos protestos violentos que voltaram a tomar conta do Rio de Janeiro nos últimos dias. Criador da proposta, o vice-líder do PMDB também quer saber como esses vândalos são financiados.

Rossi conseguiu recolher, até as 17h50 desta terça, 40 assinaturas de parlamentares – dezesseis acima do mínimo exigido para a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa do Estado (Alerj). “Quero saber, a fundo, quem são eles, o que querem e quem os financia. Tem um clamor da sociedade para que o poder público atue em resposta”, declarou o deputado, que quer presidir o procedimento.

Ainda de acordo com ele, a criação da comissão foi motivada pela morte do cinegrafista Santiago Andrade, da Rede Bandeirantes, atingido por um rojão enquanto registrava mais um protesto no Centro da capital, na semana passada. O foco das investigações não serão unicamente os black blocs, explica, mas quaisquer grupos que tenham participado de atos de vandalismo. Colhidas as assinaturas necessárias, o próximo passo é a determinação da abertura da CPI pelo presidente da Alerj, deputado Paulo Melo (PMDB).

Confira a lista dos parlamentares que pediram a aprovação da CPI até 17h40 desta terça-feira:

Altineu Cortes (PR)

André Corrêa (PSD)

Átila Nunes (PSL)

Bebeto (PDT)

Claise Maria (PSD)

Comte Bittencourt (PPS)

Dica (PSD)

Dionísio Lins (PP)

Domingos Brazão (PMDB)

Dr. Gotardo (PSB)

Enfermeira Rejane (PCdoB)

Fábio Silva (PSD)

Flavio Bolsonaro (PP)

Geraldo Pudim (PR)

Graça Matos (PMDB)

Graça Pereira (PSD)

Janio Mendes (PDT)

José Luis Nanci (PPS)

Luiz Martins (PDT)

Luiz Paulo (PSDB)

Continua após a publicidade

Marcelo Freixo (PSol)

Marcelo Simão (PSB)

Marcio Panisset (PDT)

Marcos Soares (PSD)

Myrian Rios (PSD)

Nelson Gonçalves (PMDB)

Paulo Melo (PMDB)

Paulo Ramos (PDT)

Pedro Augusto (PMDB)

Rafael do Gordo (PSB)

Ricardo Abrão (PDT)

Roberto Henriques (PSD)

Rosângela Gomes (PRB)

Rosenverg reis (PMDB)

Samuel Malafaia (PSD)

Samuquinha (PR)

Thiago Pampolha (PSD)

Wagner Montes (PSD)

Xandrinho (PV)

Zaqueu Teixeira (PT)

Leia também:

Polícia Civil tenta prender suspeito de matar cinegrafista

Freixo não é amigo do Black Bloc. Mas o Black Bloc é amigo de Freixo

Grupo de trabalho vai discutir agressões contra jornalistas

Continua após a publicidade

Publicidade