Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Asneiras’ da oposição motivaram dança no plenário, diz deputado

Aliado de Temer, Carlos Marun afirma que não se arrepende ter cantado e dançado após a Câmara arquivar denúncia contra o presidente

Alvo de críticas na internet depois de ter sido filmado cantando e dançando no plenário da Câmara, após a Casa decidir pelo arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) diz que não se arrepende da comemoração e que “extravasou” após cinco meses de “asneiras” e “ataques sórdidos” da oposição. Na votação de ontem, os deputados decidiram, por 251 votos a 233, que a acusação da Procuradoria-Geral da República contra o presidente, pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça, não será encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF).

No vídeo, o peemedebista canta e dança um trecho de paródia de Tudo Está no seu Lugar, música que ficou conhecida na versão de Benito de Paula. “Tudo está no seu lugar. Graças a Deus, graças a Deus. Surramos mais uma vez essa oposição, que não consegue nenhuma ganhar”, entoou para as câmeras o parlamentar, antes de bater palmas e sair de cena.

“Depois de cinco meses de elevada tensão e de ficar ouvindo a oposição dizer tanta asneira, quando eu tive certeza da vitória, eu decidi sair do plenário e extravasei minha felicidade. Tudo está no seu lugar, mais uma vez vencemos a oposição”, afirmou a VEJA nesta quinta-feira o deputado, membro da tropa de choque de Temer no Congresso.

Ele diz ainda não ter “o mínimo de arrependimento” e ironiza: “quando fico feliz, gosto de cantar”. “Eu não me arrependo, sou assim, transparente, autêntico, e quando fico feliz gosto de cantar. Se ficar feliz de novo, provavelmente cante de novo. Se tiver que rezar, eu rezo, se tiver que dançar, eu danço”, afirma Carlos Marun.

No YouTube, os comentários a respeito da breve performance do deputado são unânimes em criticá-lo. “Quero ver você comemorar no dia que for pedir votos ao povo no dia da eleição”, escreve um internauta; “Deputado zombando. Não da oposição, e sim da população”, afirma outro.

O peemedebista atribui as críticas a “eleitores do Lula” e à “direita intervencionista”. “Fazer o quê? É natural, principalmente em um país que tem 30% de eleitores do Lula, que devem obviamente ter ficado descontentes, junto de mais alguns aí da direita intervencionista, que devem ficar nervosos com isso”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Nelson Marchetto

    Pois é… Se fosse um legislativo sério, isso não aconteceria, mais estamos no Brasil e tudo é permitido pelo povinho que vota mal. Estamos cansados ná política de “jogadores de futebol”, “palhaços onde esse se encaixa”, “artistas”, “ex-big-brothers gays”, e alguns quase analfabetos que mal assina o nome para receber os polpudos salários e 90% ou são velhos caquéticos ou sem ideologia virando “Maria vai com as outras”, votando e aprovando coisas que nem sabem o que é!!!

    Curtir

  2. luiz salgado

    Quero ver o povo mato fazer este RATO dançar é na eleição.

    Curtir

  3. luiz salgado

    povo de mato grosso

    Curtir