Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Amigos de Cavendish continuarão na CPI

Comissão Parlamentar negou requerimento que pedia o afastamento de Ciro Nogueira e Iracela Portella. Dupla encontrou presidente da Delta

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) e a mulher dele, a deputada Iracema Portella (PP-PI), continuarão na CPI do Cachoeira, mesmo após admitirem um encontro com Fernando Cavendish, então presidente da construtora Delta, durante a Semana Santa. Na ocasião, o casal jantou com o empresário em Paris.

O presidente da CPI, senador Vital do Rêgo Filho (PMDB-PB), negou um pedido do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), que defendia que a dupla deixasse a comissão. “Embora o senador e a deputada admitam manter relação de amizade com Fernando Cavendish, não há prova de que seja amizade íntima”, disse Vital.

Randolfe anunciou que vai recorrer da decisão ao plenário do Senado para esclarecer os casos em que é preciso declarar suspeição dos parlamentares. “Considero que seria necessária a pacificação de uma posição do parlamento, visto que o regimento interno do Senado não explica detalhadamente qual seria o procedimento”, afirmou.

A construtora Delta é um dos principais alvos da CPI do Cachoeira. A investigação da Operação Monte Carlo constatou que a companhia atuava em conluio com o grupo de Carlinhos Cachoeira. Quando os parlamentares se encontraram com Cavendish em Paris, as denúncias já eram conhecidas.