Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Aliado de Cunha aciona cúpula da Câmara para derrubar sessão do Conselho de Ética

Em outra frente, o presidente da Câmara estuda recorrer ao Supremo Tribunal Federal para anular reunião em que se decidiu pelo prosseguimento das investigações

Por Marcela Mattos 15 dez 2015, 17h59

Horas após a aprovação da continuidade das investigações contra Eduardo Cunha no Conselho de Ética, foi colocada em prática a primeira estratégia para barrar a decisão do colegiado nesta terça-feira: o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), aliado de Cunha, ingressou na Mesa Diretora da Câmara com um recurso para anular todos os atos da sessão que deu aval à abertura de um processo contra o peemedebista. Em outra frente, Cunha estuda recorrer ao Supremo Tribunal Federal. Ele vai se reunir nesta noite com o seu advogado, Marcelo Nobre.

A questão gira em torno de uma votação nesta manhã que vetou a possibilidade de pedidos de vista, o que levaria à paralisação do processo por mais dois dias. Essa manobra regimental é autorizada apenas uma vez e já foi aplicada na apresentação do relatório de Fausto Pinato (PRB-SP). O entendimento de Marun é que como houve troca de relator e a apresentação de um novo parecer pelo deputado Marcos Rogério (PDT-RO), “retoma-se à situação jurídica anterior, como se não houvesse ocorrido pedido de vista”.

“Trata-se rigorosamente de um novo parecer, de forma que, em última análise, a própria decisão da questão de ordem respalda um novo pedido de vistas”, escreve o peemedebista no recurso.

A ação foi protocolada na Mesa Diretora da Câmara, presidida pelo próprio Eduardo Cunha. A tendência é que, a exemplo do que ocorreu em representação anterior, o caso seja repassado ao vice-presidente, deputado Waldir Maranhão (PP-MA). Na semana passada, Maranhão determinou o afastamento imediato do então relator do Conselho de Ética, Fausto Pinato, à frente do processo contra o peemedebista. Pinato defendia a continuidade das investigações contra Cunha.

Continua após a publicidade

Publicidade