Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Alckmin recua e condena tiros contra ônibus de Lula

Governador havia declarado que o "PT colhe o que planta"

Por Da redação 28 mar 2018, 10h25

O governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), pré-candidato à Presidência da República, recuou da declaração sobre os tiros disparados contra a caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no Paraná. Alckmin publicou um post em sua conta no Twitter na manhã desta quara-feira condenando a agressão.

Na terça-feira, o governador havia declarado que o ataque era um efeito colateral produzido pelos petistas. “Acho que eles estão colhendo o que plantaram”, disse o tucano, antes de assistir à pré-estreia da cinebiografia do bispo Edir Macedo, de “Nada a Perder”. Seu comentário foi alvo de críticas entre petistas e simpatizantes da sigla.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês