Clique e assine a partir de 9,90/mês

Alckmin recebe alta e deixa hospital

Equipe médica recomenda 'repouso relativo' e uso de medicamentos. Governador foi tratado com quadro de infecção intestinal bacteriana

Por Bruna Fasano - 24 ago 2014, 12h29

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), candidato à reeleição, recebeu alta no final da manhã deste domingo do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas (Incor), onde estava internado desde a tarde de sexta‐feira. Alckmin foi submetido a tratamento de uma infecção intestinal causada por bactéria.

Segundo o boletim médico divulgado pelo hospital neste domingo, o governador continuará a tomar medicamentos e foi recomendado “repouso relativo”.

Na noite de sábado, Alckmin cancelou sua participação no debate promovido pela TV Bandeirantes entre os postulantes ao governo do Estado. Ele foi submetido a uma avaliação da equipe que o atende, liderada pelo secretário estadual de Saúde David Uip.

O tucano, que possui histórico de problemas gastrointestinais, decidiu cortar a quantidade de café que consome diariamente, justamente por causa das dores no estômago. O governador não tem o hábito de almoçar e chega a tomar até dezoito xícaras de café por dia.

Continua após a publicidade

Leia também:

No comitê de Alckmin, nada de bate-papo

Publicidade