Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aécio na TV: ‘Governo não pode ser experiência para treinar’

Tucano fez ainda um aceno ao eleitorado mineiro, que o elegeu duas vezes governador, mas, nestas eleições não alavancou sua candidatura

Em sabatina realizada pela RedeTV! e pelo IG, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, fez um duplo ataque às adversárias Marina Silva (PSB) e Dilma Rousseff (PT) numa mesma frase: “Governo federal não pode servir de experiência para as pessoas treinarem”. E continuou: “Isso já custou muito ao Brasil”. Marina nunca exerceu mandato à frente do Executivo. Dilma nunca tinha enfrentado uma eleição até ser eleita presidente.

Aécio fez um aceno ao eleitorado mineiro, que o elegeu duas vezes governador e uma vez senador, mas, segundo pesquisas, nestas eleições não alavancou sua candidatura – ele está em terceiro lugar nas pesquisas no Estado, e seu candidato ao governo, Pimenta da Veiga (PSDB), em segundo. “O eleitorado mineiro é diferente: olha, escuta, espia e depois decide”, disse, lembrando a eleição de 2010, na qual seu candidato na época, Antonio Anastasia (PSDB), aparecia atrás nas pesquisas, mas arrancou às vésperas da eleição e ganhou a disputa no primeiro turno.

Leia também:

A eficácia e os riscos do terrorismo do PT nas eleições

No Ceará, Marina reforça compromisso com Bolsa Família

Uma baixou o nível e a outra não quer debate’, diz Aécio

Dilma admite condução ‘defensiva’ da economia na crise

O presidenciável, aliás, fez questão de citar dois nomes de tucanos que estão na dianteira nas pesquisas: Geraldo Alckmin, em São Paulo, e Beto Richa, no Paraná, ambos candidatos à reeleição. “Vou estabelecer parcerias com governadores experimentados.”

No final da entrevista, aproveitou para alfinetar Marina e lembrar do projeto da ex-senadora de criar seu próprio partido, a Rede Sustentabilidade, barrado pela Justiça Eleitoral: “Pretendo diminuir o número de partidos. Ela, ao contrário, quer criar o seu”.